Voltar para a página principal de Mi Buenos Aires Querido
Livro de Visitas E-mail Incluir em Favoritos
     
 
  .Buenos Aires
...- Centro
...- Recoleta
...- Palermo
...- San Telmo
...- Puerto Madero
...- Belgrano
  Guia da cidade
...- Hotéis
...- Restaurantes
...- Bares
...- Compras
...- Tango
...- Eventos
  Dicas de viagem
Links de turismo
 
     
Pesquisa personalizada
Mi Buenos Aires Querido | Buenos Aires | Guia de turismo | Imperdíveis

 

 

     

Atrações principais

 

 

RECOLETA   Um elegante e sofisticado bairro de ruas arborizadas, onde as principais atrações são seus cafés e restaurantes, antiquários, um complexo cultural e o Cemitério da Recoleta.

: Basílica Nuestra Señora del Pilar  (Junín 1892) É uma das igrejas mais singelas da capital, com linhas barrocas e fachada pintada de branco. Foi construída em 1732 pelos jesuítas e se destinava às orações e práticas espirituais dos padres franciscanos recolhidos (recoletos).

: Cemitério da Recoleta  (Quintana e Junín) É um dos mais bonitos e mais visitados do mundo. Suas tumbas guardam os restos de famílias tradicionais argentinas, além de grandes personagens históricos. Evita, apesar de protestos por suas origens humildes, conseguiu ser enterrada aqui e hoje repousa na cripta da família Duarte.

PLAZA DE MAYO E AVENIDA DE MAYO   É interessante observar a variedade de cúpulas e fachadas de todos os estilos desta avenida que parte da Plaza de Mayo e desemboca no imponente edifício do Congresso Nacional. 

: Casa Rosada  (Balcarce 50) É a sede da Presidência da República, em cuja sacada foram feitos os mais importantes pronunciamentos da história argentina. O interior do edifício conta com vários pontos de interesse mas só o museu está disponível para visitas públicas. 

: Catedral Metropolitana  (Av. Rivadavia e San Martín) O padrão arquitetônico adotado é o de uma igreja sem torres e com 12 colunas representando os apóstolos. Do lado direito da Catedral se encontra o Mausoléu com os restos do herói libertador argentino, o Gral. San Martín.

: Cabildo  (Hipólito Yrigoyen e Av. de Mayo) Apesar das sucessivas reformas, esse edifício ainda respira história pois foi o epicentro da Revolução de Maio de 1810, data da independência argentina. Tem um museu aberto a visitação.

: Manzana de las Luces  (Bolívar, A. Alsina, Peru e Moreno) É um conjunto de edifícios relacionados com a história e cultura portenhas, onde se escondem a igreja mais antiga da cidade e túneis da época colonial. 

: Café Tortoni  (Avenida de Mayo 825) Mais que um café, o Tortoni é um dos símbolos de Buenos Aires e do tango e por isso merece uma visita.

CENTRO   A Avenida 9 de Julio, a Avenida Corrientes e o Obelisco, no cruzamento de ambas, representam o cartão-postal clássico do centro portenho. Passando por aí de segunda a sexta é possível conhecer o perfil de um habitante da cidade, com toda a correria de um dia de trabalho. Caminhar pela avenida Corrientes é quase uma obrigação. Entre teatros e cafés, encontram-se várias livrarias que dispõem de um sem número de publicações. 

: Teatro Colón  (Cerrito e Tucumán) É um grande orgulho para Buenos Aires possuir um dos melhores teatros líricos do mundo. Mesmo que você não possa assistir a um espetáculo não deixe de realizar uma visita guiada e conhecê-lo por dentro.

LA BOCA   Um bairro da periferia de Buenos Aires que é parte do circuito turístico devido a seu clima pitoresco e suas inconfundíveis casas pintadas em cores vivas.

: Caminito   É uma passagem de uma só quadra localizada no coração do bairro de La Boca, povoada por artistas de rua e por tangueiros de coração.

PUERTO MADERO   O mais novo bairro da cidade é realmente uma atração a parte. Uma ótima seleção de restaurantes em um ambiente bastante agradável, com vista aos diques do Rio de la Plata.

 

   

   

   

 

Atividades culturais

 
 

TEATROS   Além do magnífico Colón há cerca de outros 60 teatros em Buenos Aires. Grande parte se encontra na Avenida Corrientes, centro da atividade teatral portenha. As peças vão desde musicais, passando por textos populares e comédias, até adaptações de grandes obras internacionais. O Teatro Municipal San Martín (Corrientes 1530) é um dos mais importantes e tem preços acessíveis. Outro destaque é o complexo teatral Paseo la Plaza (Corrientes 1660), muito recomendável a qualquer hora do dia ou da noite.

MUSEUS E CENTROS CULTURAIS

: Museu Nacional de Belas Artes   (Av. del Libertador 1473, Recoleta) O museu mais importante da Argentina conta com variadas obras de artistas nacionais e internacionais, como Rodin, Monet, Renoir, El Greco e Goya, além de realizar exposições temporárias. Pode ser visitado de terça a domingo de 12h30 a 19h30. Há visitas guiadas às 16h, 17h e 18h. Entrada franca.

: Museu de Arte Latino-Americana de Buenos Aires (Malba)
   (Av. Figueroa Alcorta 3415, Recoleta) Inaugurado no ano 2000 com base no acervo particular do colecionador argentino Eduardo Constantini, o Malba exibe obras paradigmáticas como Abaporu de Tarsila do Amaral ou Autorretrato con chango y loro da mexicana Frida Kahlo. Realiza também interessantes ciclos literários e projeções cinematográficas. A entrada custa $ 5.

: Museu Nacional de Arte Decorativa 
 (Av. del Libertador 1902, Palermo) Coleções de móveis, esculturas, tapetes, porcelana e cristal. É possível realizar visitas guiadas pelo museu e assistir conferências sobre arquitetura. Funciona de terça a domingo, das 14 às 19 horas. A entrada é grátis nas terças-feiras e custa $ 2 nos outros dias.

: Museu de Arte Hispano-Americana
   (Suipacha 1422, Retiro) Arte colonial e artesanato em prata.

: Museu Evita
  (Lafinur 2988, Recoleta) O museu está instalado num antigo casarão e exibe fotos, documentos, cartas, vestidos, jóias, revistas e brinquedos que testemunharam a vida e obra de Eva Perón. Também conta com um café e restaurante ao estilo dos anos 40 e uma lojinha de lembranças. De terça a domingo e feriados, de 14 a 19h30. A entrada custa $ 5.

: Palais de Glace   (Posadas 1725, Recoleta) Exibição de quadros, esculturas e fotografias. Também promove diversas palestras. Aberto de segunda a sexta de 13 a 20h e fins de semana de 15 a 20h.

: Centro Cultural Recoleta   (Junín 1930, Recoleta) Todos os tipos de shows, palestras, exposições e movimentos de vanguarda.

:
Centro Cultural Ricardo Rojas   (Av. Corrientes 2038, Centro) Afiliado à Universidade de Buenos Aires, o Rojas tem cursos de arte e oferece eventos gratuitos, incluindo música ao vivo (rock, funk e DJs) nas terças às 20h.

: Centro Cultural Borges
   (Viamonte e San Martin, Galerias Pacífico, Retiro) Exposições diversas de artistas de renome internacional que estiveram ou não ligados ao grande escritor.

: Biblioteca Nacional   (Agüero 2502, Recoleta) Localizada em um edifício de estilo racionalista, a biblioteca tem em seu acervo mais de 1.800.000 títulos.

 

   

   

   

 

Parques e jardins

 

BOSQUES DE PALERMO   É a maior área verde da cidade e reúne diversas atrações, além de ser também um ótimo lugar para relaxar. Nos fins de semana o parque está repleto de gente andando de bicicleta, de patins, jogando volley, hockey ou simplesmente caminhando. À noite também é bastante freqüentado pois possui vários restaurantes e discotecas. Estas são algumas das atrações do parque:

: Lagos   Nas avenidas Andrés Bello e Intendente Bunge pode-se alugar pedalinhos e caiaques para passear pelos lagos. Aberto diariamente de 12 a 19h (inverno) e de 10 a 20h (verão).

: Rosedal   É um belo jardim com várias espécies de rosas, localizado no coração do parque, entre os lagos. Ótimo para uma caminhada tranqüila. O acesso se dá através da ponte sobre o lago ou pela Av. del Libertador. Aberto diariamente de 12 a 19h.

: Jardim Zoológico   (Av. Las Heras e Av. Sarmiento) É o segundo zoológico mais visitado do mundo. Além da grande variedade de animais provenientes da Argentina e de outros países, o Zoo de Buenos Aires está muito bem cuidado e sempre tem atrações para as crianças. Aberto de terça a domingo de 9h30 a 18h.

: Jardim Botânico   (Av. Santa Fe e Av. Las Heras) Mais de 8000 espécies vegetais de todo o mundo. Uma estufa subtropical foi criada para abrigar as variedades mais exóticas.

: Jardim Japonês   (Casares e Adolfo Berro) Arroios, lagos artificiais com peixes, oásis de pedras, numerosos bonsais, venda de plantas e A Grande Casa de Chá. É preciso pagar entrada mas a beleza impecável do jardim compensa.

: Planetário   (Av. Sarmiento e Roldán) Seu museu destaca fotografias de constelações e o equipamento astronômico. Nos fins de semana acontece uma Viagem pelas Constelações (para crianças acima de 7 anos). 

 

   

   

       


buenos aires | argentina | imagens | tango | personagens | curiosidades | livro de visitas
.© 1999-2011 - www.mibuenosairesquerido.com - Todos os direitos reservados

Anuncie em Mi Buenos Aires Querido