Livro de Visitas E-mail Incluir em Favoritos
 
  Borges
  Eva Perón
  Gardel
  Quino
  Maradona
  Che Guevara
  Fangio
  Piazzolla

Google

 
 
Mi Buenos Aires Querido | Personagens | Quino
 

Grande cartunista argentino, pai de Mafalda e de tantas outras charges que durante várias décadas vem encantando o mundo. Sua marca distintiva é o humor reflexivo, inteligente e sempre atual. 

Quino, ou Joaquín Salvador Lavado, nasceu dia 17 de julho de 1932 na cidade de Mendoza (Argentina). Recebeu o apelido desde pequeno, para diferenciá-lo de seu tio Joaquín Tejón, pintor e desenhista publicitário com quem aos 3 anos descobriu sua vocação. Na década de 40, perde sua mãe e seu pai. Termina a escola primária e decide inscrever-se na Escola de Belas Artes de Mendoza, a qual abandonaria anos depois para dedicar-se a desenhar quadrinhos e humor.

Em 1954, instala-se precariamente em Buenos Aires e perambula pelas redações de todos os jornais e revistas em busca de emprego. A revista Esto Es publica sua primeira página de humor gráfico. Desde então e até o dia de hoje continuam sendo publicados ininterrupitamente seus desenhos humorísticos numa infinidade de jornais e revistas da América Latina e Europa. Em 1960 casa-se com Alicia Colombo. Não teve filhos. A lua de mel no Rio de Janeiro foi a primera saída da Argentina. 

Em 1963 lança seu primeiro livro de humor, Mundo Quino, uma recopilação de desenhos de humor gráfico mudos. Em 1964 aparece Mafalda pela primeira vez e a partir daí foram lançados vários livros na Argentina e no exterior. Viajou a vários países divulgando seu trabalho e recebeu diversos prêmios de nível internacional, entre eles o de desenhista do ano, em 1982. Atualmente publica seus desenhos na revista semanal do jornal Clarín.

Gastronomia
Medicina
Burocracia
Poder
Profissionalismo
Política
Vida Doméstica
Vida Moderna

É a obra-prima de Quino. Através da personagem de uma garotinha aparentemente inocente e de seus amigos, o desenhista reflete sobre a política, a economia e a sociedade em geral, sempre com um toque de humor. Mafalda foi traduzida a 10 idiomas, exportada a vários países, foi garota-propaganda de campanhas da UNICEF, motivo de cartões-postais e de selos argentinos. 

Apesar de os primeiros livros terem sido lançados na década de 60, pode-se encontrá-los ainda hoje nas bancas de jornais de Buenos Aires, provando que o prazer de ler Mafalda é sempre atual.

- Estão brincando de quê, crianças?  - De governo
Tá bom, mas não façam bagunça, hein?
Pode deixar, não vamos fazer absolutamente nada

Pra onde vocês acham que a humanidade se dirige?
Pra frente, clar...
A FRENTE É PRA LÁ!
- Lá NÃO É a "frente"! - Mas é A MINHA "frente"!  - A SUA "frente" não é A MINHA "frente"! - Não!    - Estou começando a entender por que é tão difícil que a humanidade vá pra frente
- Quando eu for grande quero ter muitos vestidos! - E eu muita cultura!
- Você vai presa por sair na rua sem cultura? - Não
Experimenta sair sem vestido!...
É muito triste ter que bater em alguém que tem razão


buenos aires | argentina | imagens | tango | personagens | curiosidades | livro de visitas
.© 1999-2010 - www.mibuenosairesquerido.com - Todos os direitos reservados
Anuncie em Mi Buenos Aires Querido