Mi Buenos Aires Querido

Informações sobre a Argentina

Informações sobre a Argentina, incluindo os principais aspectos da sua geografia, população e costumes, arte e cultura, política, história, além de diversas curiosidades sobre o país.

Geografia da Argentina

Geografia da Argentina

Localização O território argentino está totalmente localizado nos hemisférios sul e ocidental, constituindo a porção mais austral da América do Sul. Sua localização é estratégica em relação a territórios marítimos entre o Atlânti...
População da Argentina

População da Argentina

A Argentina é um país formado por culturas bastante diversas, resultantes de sucessivos processos imigratórios. Apesar disso, existem fortes costumes que unem seus habitantes e dão forma à sua identidade nacional. Conheça abaixo um pouco mais sobre as principais características da população argentina:Perfil demográfico da Argentina Idioma espanhol na Argentina Esportes na Argentina Comidas típicas da ArgentinaPerfil demográfico Número de habitantes A população da Argentina foi estimada em cerca de 43 milhões de habitantes em 2015, sendo que mais de 30% do total reside na área metropolitana da Grande Buenos Aires. Essa concentração contrasta com a baixa densidade demográfica predominante em outras regiões do país, principalmente na Patagônia. Composição étnica A origem da população argentina foi fortemente marcada por diversas correntes imigratórias provenientes da Europa que se instalaram em massa no país entre 1860 e 1955. A grande leva de estrangeiros, em sua maioria italianos, espanhóis e alemães, complementou a então modesta população local composta por indígenas nativos, escravos africanos e colonizadores espanhóis.Desde meados do século XX, a composição étnica foi principalmente influenciada pela imigração oriunda de países fronteiriços como Paraguai, Bolívia, Chile e Peru e, em menor medida, por correntes imigratórias asiáticas, principalmente da China e da Coreia do Sul.O termo "crisol de razas" , ou "caldeirão cultural", costuma ser utilizado em referência à heterogeneidade e harmoniosa convivência entre as diferentes culturas. Religião Há ampla liberdade de culto no país, garantida pela Constituição Nacional. No entanto, não existem dados precisos sobre as características religiosas da população devido a que esse item não consta nos censos nacionais. De qualquer forma, estima-se que cerca de 92% da população tenha sido batizada na religião católica apostólica romana , enquanto 2% seriam protestantes, 2% judeus e 4% outras categorias.A eleição do Papa Francisco como primeiro papa não-europeu em março de 2013 renovou a fé dos católicos mundialmente e teve enorme repercussão na Argentina, terra de origem do então cardeal Jorge Bergoglio.Também é interessante destacar que a comunidade judaica argentina é a maior da América Latina (quase o dobro da brasileira), e a sétima maior do mundo depois de Israel, Estados Unidos, França, Canadá, Inglaterra e Rússia. Nível de vida Tradicionalmente, a Argentina é considerada um dos países latino-americanos com melhor qualidade de vida. Embora alguns indicadores tenham sofrido deterioração nas últimas décadas, o país continua podendo ostentar uma das menores taxas de analfabetismo (1,9% em 2010) e de mortalidade infantil (10,6 por 1.000 em 2014) da América Latina, além de uma alta esperança de vida ao nascer (76,3 anos em média em 2015), entre outros indicadores favoráveis.IdiomaCómo olvidarte en esta queja, cafetín de Buenos Aires, si sos lo único en la vida que se pareció a mi vieja... En tu mezcla milagrosa de sabihondos y suicidas, yo aprendí filosofía... dados... timba... y la poesía cruel de no pensar más en mí. Cafetín de Buenos Aires (E. Discepolo, M. Mores) O idioma oficial é o espanhol (ou castellano , como os argentinos preferem chamá-lo). Algumas línguas indígenas também são faladas no interior do país, como o guarani ou o quéchua. As principais particularidades do castellano falado em Buenos Aires, e em grande parte da Argentina e do Uruguai, são: "Vos" O uso do pronome "vos " ("você") é uma característica típica do modo de falar dos argentinos, apesar de que em algumas regiões do norte do país se conserve o uso do "tu" . O pronome "vos " também leva a conjugar os verbos de forma mais regular que no espanhol tradicional: o equivalente a "tu puedes " é "vos podés ", a "tu tienes " é "vos tenés ", e assim por diante. A principal exceção é o verbo ser, já que "tu eres" corresponde a "vos sos" . "Y" e "ll" Diferentemente do espanhol clássico, as letras "y" e "ll" são pronunciadas em Buenos Aires e em muitos lugares da Argentina como o fonema "j" do português, em vez do fonema "i". Por exemplo, "calle" se pronuncia "caje " em vez de "caie ", e "ayuda" se pronuncia como em português, "ajuda" , em vez de "aiuda" . Em outras regiões do país as mesmas letras podem adquirir sons bastante diferentes. "Che" e "boludo" O vocativo "che" (equivalente ao “tchê” usado no sul do Brasil) é uma maneira comum de se referir ao outro, sem nenhum significado específico, mas que indica certa proximidade com o interlocutor. Uma frase comum poderia ser "Che, ¿nos vemos el sábado?" . Por outro lado, a transformação do adjetivo pejorativo "boludo" (ou "boluda" ) em vocativo amistoso é bem mais recente e de uso ainda mais informal que o "che" , mas não por isso menos característico. Um exemplo seria a já clássica saudação "¿Qué hacés, boludo?" ou ainda a combinação de ambos vocativos como em "Che, boludo, contame cómo te fue en el viaje" . Lunfardo O lunfardo é uma gíria portenha que se encontra amplamente disseminada em muitas partes da Argentina e do Uruguai, entrelaçando-se com outros argentinismos que foram surgindo posteriormente. Em menor medida também chegou a países próximos, inclusive ao Brasil, por influência cultural.Nascido no final do século XIX, a origem do lunfardo se confunde com a do tango, tendo sido influenciado pelo ambiente marginal dos bairros pobres, devido à convivência forçada entre a leva de imigrantes e a população local.  Sua estrutura se nutre da substituição de substantivos, verbos, adjetivos e interjeições castelhanas por termos provenientes de diversos idiomas e dialetos, cujo significado seria modificado.Um elemento auxiliar do lunfardo é a pronúncia das palavras invertendo a ordem das sílabas: tango vira gotán , mujer vira jermu , pagar vira garpar , e assim sucessivamente. Pequeno dicionário de lunfardo (e outros argentinismos)afanar roubaratorrante (atorranta) cara-de-pau, folgado, boa-vidabajón situação negativa, ressaca, depressãoberreta barato e de má qualidadebirra cervejaun cacho um pedaço, um poucola cana; un cana a polícia; um guardacurro bico, trabalho fácilchabón (chabona) rapaz, cara (garota)chanta malandro, aproveitadorchorro (chorra) ladrão, bandidofaso cigarro; baseadofulero feiogamba; una gamba perna; cem pesosgil bobo¡guarda! cuidado!guita granalaburar trabalharuna luca; una luca verde mil pesos; mil dólaresmatina manhãmilico militarmina mulher, garotamorfar; la morfi comer; a comidaotario otário, idiotaun palo; un palo verde um milhão de pesos; um milhão de dólarespibe (piba) garoto, molequepiola esperto; práticoplata dinheiroquilombo bagunça, zonatimba jogo de azar, jogatinatrucho falso, de má qualidadeviejo (vieja) velho; pai (mãe)yuta políciazafar safar, se livrar
Arte e cultura da Argentina

Arte e cultura da Argentina

A Argentina é um importante polo cultural, com reconhecido prestígio e grandes representantes nas mais diversas formas de expressão artística. Conheça abaixo um pouco mais sobre as principais características da cultura argentina:Música argentina Cinema argentino Teatro argentino Literatura argentina Histórias em quadrinhos argentinas Pintura argentinaMúsica Tango O tango nasce no final do século XIX de uma mistura de vários ritmos provenientes dos subúrbios de Buenos Aires e de cidades do outro lado do Río de la Plata, no Uruguai. Esteve associado desde o princípio com bordéis e cabarés, âmbito de contenção da população imigrante massivamente masculina. Não passou muito tempo até que o tango se estendesse também aos bairros proletários e logo passasse a ser aceito "nas melhores famílias", principalmente depois que a dança teve sucesso na Europa.A melodia provinha de flauta, violino e violão, sendo que a flauta foi posteriormente substituída pelo bandoneón (espécie de sanfona). Os imigrantes acrescentaram ainda todo o seu ar nostálgico e melancólico e, desse modo, o tango foi se desenvolvendo e adquirindo um sabor único. Simultaneamente, uma linguagem paralela ia se formando dessa mistura de raças e ritmos, o denominado lunfardo .Carlos Gardel foi o primeiro grande divulgador do tango no exterior, alcançando enorme repercussão no começo da década de 1930. Depois de alguns anos de esquecimento fora da Argentina, o interesse pelo gênero ressurgiu graças a Ástor Piazzolla , quem lhe deu uma perspectiva totalmente inovadora. O tango também deve muito aos grandes mestres e suas orquestras brilhantes, evocando nomes como Aníbal Troilo , Homero Manzi, Enrique Santos Discépolo, Osvaldo Pugliese, Mariano Mores , entre tantos outros.Hoje em dia, o tango ocupa um lugar de honra no coração de argentinos de diversas gerações. Com epicentro em Buenos Aires, as referências a esse ritmo estão presentes em luxuosos, tradicionais ou modernos shows de tango e milongas , em canais de TV e em rádios, em sapatarias especializadas, em cursos para todos os níveis, na música eletrônica e, enfim, na constante reinvenção do tango.No mundo, o ritmo tem adeptos fervorosos que vão do vizinho Brasil até o remoto Japão, o que se comprova no Campeonato Mundial de Tango que é disputado todo ano em Buenos Aires. Em 2009, o tango foi declarado Patrimônio Cultural da Humanidade pela UNESCO. Rock Nacional O rock argentino, chamado localmente de rock nacional , é um dos gêneros mais populares na Argentina desde seu surgimento na década de 1960. Foi um dos primeiros em ser cantado em um idioma que não fosse o inglês e alcançou um enorme prestígio e popularidade em todos os países de língua espanhola.A categoria engloba, na verdade, estilos bastante diversos que ora remontam a baladas, ora ao pop mais tradicional e, claro, também ao clássico rock com profusão de guitarras. Justamente, os primeiros representantes de sucesso internacional foram os cantores Palito Ortega , com suas canções alegres e emotivas, e Sandro , quem ficou conhecido como o Elvis Presley latino.O rock propriamente dito veio de bandas fundacionais como Manal, Los Gatos, Arco Íris, Vox Dei, Almendra e Sui Generis. Dessa primeira geração emergiram alguns dos maiores músicos do país como Luis Alberto Spinetta, Charly García , Nito Mestre, Lito Nebbia e Gustavo Santaolalla. Foram grupos com elaborada composição musical e letras de intensa poesia. Paralelamente a esse movimento central, foram se formando outros grandes artistas como Pappo , Fito Páez , León Gieco e Pedro Aznar, entre outros.Nos anos 1980 e 1990, o rock argentino continuou fazendo grande sucesso internacional, impulsado pelo power trio Soda Stereo e também por bandas como Sumo, Virus, Los Abuelos de la Nada, Los Redondos e Los Rodríguez . Mais uma vez, brilharam os nomes detrás das bandas (em ordem): Gustavo Cerati , Luca Prodan , Federico Moura, Miguel Abuelo, Carlos "Indio" Solari e Andrés Calamaro .Nas últimas décadas, o rock nacional se ressentiu da separação de grandes bandas e da morte de várias de suas figuras legendárias, tornando-se mais atomizado e direcionado a públicos específicos. O rock tradicional continua se expressando em grupos como Divididos, Attaque 77 e La Renga . Ao mesmo tempo, tomou forma uma corrente indie com bandas de pop rock e alternativas como Babasónicos, Bersuit Vergarabat e Catupecu Machu . Folclore O folclore é uma categoria musical mais representativa do interior do país e da vida de campo. O que se chama genericamente folclore inclui na verdade diversos subgêneros próprios de cada região do país, como chamamé, chacareras, zambas, carnavalitos . Seus principais expoentes foram ou são Mercedes Sosa, Atahualpa Yupanqui, Oscar Palavecino, Horacio Guarany, Jaime Torres, "Chango" Spasiuk, Los Chalchaleros, Soledad Pastorutti, entre outros. Cumbia e cuarteto Também são muito escutados no país gêneros de origem popular como o cuarteto , oriundo da província de Córdoba, e a cumbia , nascida nos bairros mais humildes. Pelo ritmo animado e os refrões repetitivos, esses estilos são considerados a música ideal para dançar em boates e festas, independentemente da classe social. Reggae O reggae também é um gênero musical bastante popular na Argentina, com presença no país desde meados dos anos 1980. As primeiras versões locais vieram de grupos de rock como Sumo e Los Abuelos de la Nada , passando por estilos mais comerciais como Los Pericos e finalmente chegando ao reggae atual representado por bandas como Los Cafres, Nompalidece, Dread Mar-I , entre outras. Playlist com o melhor da música argentinaCortesia Hermanos - Abraço CulturalCinema O cinema argentino é altamente prolífico e um dos principais expoentes da cultura argentina devido ao seu grande renome internacional. Além disso, a Argentina é o país da América Latina com mais salas por habitante, muitas das quais são utilizadas para prestigiar a produção local que, por sua vez, usufrui de amplo apoio estatal. Os principais festivais de cinema são o Festival Internacional de Cine de Mar del Plata e o Buenos Aires Festival Internacional de Cine Independiente ("Bafici").Os únicos dois filmes latino-americanos premiados até hoje com um Oscar de melhor filme estrangeiro foram argentinos: A História Oficial (em 1986) e O Segredo dos Seus Olhos (em 2010). Além disso, diretores, roteiristas e músicos argentinos ganharam estatuetas do Oscar em suas respectivas categorias. Muitos outros prêmios internacionais foram conquistados, especialmente nos festivais de Goya, na Espanha, e de Berlim, na Alemanha. Prêmios Oscar entregues a argentinosAno Categoria Filme Premiado1986 Melhor filme estrangeiro A História Oficial (Argentina) Luis Puenzo1995 Melhor direção artística O Outro Lado da Nobreza (EUA/Inglaterra) Eugenio Zanetti1996 Melhor trilha sonora O Carteiro e o Poeta (Itália/França) Luis Bacalov2006 Melhor trilha sonora O Segredo de Brokeback Mountain (EUA/Canada) Gustavo Santaolalla2007 Melhor trilha sonora Babel (EUA/México/Japão) Gustavo Santaolalla2010 Melhor filme estrangeiro O Segredo dos Seus Olhos (Argentina) Juan José Campanella2015 Melhor roteiro original Birdman (EUA) Armando Bo e Nicolás Giacobone Breve história do cinema argentino A etapa clássica do cinema argentino teve origem com os primeiros filmes sonoros surgidos na década de 1930. Foi marcada por comédias e dramas musicais com estrelas de projeção internacional como Carlos Gardel , Tita Merello, Libertad Lamarque e Niní Marshall. Em meados da década de 1940, a produção local entrou em um longo período de crise devido à competição da indústria cinematográfica americana e mexicana. Apesar disso, filmes como Dios se lo pague (1948) e La Casa del Ángel (1957) tiveram excelente repercussão.A década de 1960 marcou uma nova etapa de criatividade e prestígio, com a produção de filmes experimentais e dos primeiros documentários. Merece destaque o drama Crónica de un Niño Solo (1965), de Leonardo Favio , considerado o melhor filme da história do cinema argentino. De um ponto de vista mais popular, predominaram musicais interpretados por cantores de sucesso e também o cinema erótico de Armando Bo protagonizado pela icônica Isabel "La Coca" Sarli .A censura presente em boa parte das décadas de 1970 e 1980 dificultou o surgimento de filmes de qualidade, com notáveis exceções como La Patagonia Rebelde (1974) ou Plata Dulce (1982). Com o fim da ditadura militar em 1984, o período recém terminado se tornou tema predominante em muitas produções, como no caso do premiado La Historia Oficial (1985). Alguns dos atores mais importantes da época foram Federico Luppi , Norma Aleandro e Héctor Alterio .Os anos 1990 marcaram o surgimento do Novo Cinema Argentino, renovado e enriquecido a partir de diversas coproduções com outros países, especialmente com a Espanha. Alguns filmes de destaque desde então foram Caballos Salvajes (1995), Pizza, Birra y Faso (1998), Nueve Reinas (2000), El Hijo de la Novia (2001) , El Secreto de Tus Ojos (2009), Relatos Salvajes (2014), entre vários outros. Ricardo Darín é sem dúvidas o ator mais requisitado de sua geração. Também se destacam grandes atores como Leonardo Sbaraglia, Diego Peretti, Darío Grandinetti ou Cecilia Roth.Teatro A Argentina possui uma vigorosa comunidade teatral, fazendo de Buenos Aires uma das cidades com maior oferta de peças do mundo. O eixo central é a clássica Avenida Corrientes , com seus inúmeros teatros, mas também se destaca o magnífico Teatro Colón , um dos melhores recintos líricos do planeta e lugar que viu crescer grandes bailarinos como Julio Bocca, Eleonora Cassano e Maximiliano Guerra.Os espetáculos disponíveis na cidade passam por textos under de baixo orçamento, versões de clássicos atemporais do teatro, até adaptações de grandes comédias musicais ao melhor estilo Broadway . Além do teatro tradicional, o teatro de revistas continua mais vivo do que nunca na Argentina, com seus comediantes e suas esculturais vedettes cobrindo muito pouco com plumas e paetês. Os monólogos, e mais recentemente os stand-ups , também são de grande relevância, inspirados na comédia de costumes americana e em referentes clássicos locais como Tato Bores , Alejandro Dolina, Enrique Pinti e Antonio Gasalla.Nos meses de verão as principais peças são levadas a cidades turísticas como Mar del Plata, na província de Buenos Aires, e Villa Carlos Paz, na província de Córdoba, para que o público possa continuar se entretendo também nas férias.Menção aparte merece o grupo Les Luthiers , um clássico da cultura argentina que desde a década de 1960 apresenta espetáculos de humor parodiando o universo da música erudita e de diversos outros estilos musicais. O nome luthier se deve a que muitas vezes utilizam instrumentos criados por eles próprios a partir de materiais pouco convencionais.
Política da Argentina

Política da Argentina

Governo Nome oficial A denominação oficial da Argentina é "República Argentina". O nome provém do latim argentum , que significa "prata", em referência ao Río de la Plata que banha a costa nordeste do país. Por sua vez, o nome ...
História da Argentina

História da Argentina

Da colonização à independência A colonização da região do Rio da Prata foi iniciada em 1536 com a fundação de Buenos Aires. Os esforços da expedição espanhola para estabelecer uma colônia permanente foram dificultados pela falta d...
Curiosidades da Argentina

Curiosidades da Argentina

SuperlativosBuenos Aires possui uma das avenidas mais largas do mundo (a Avenida 9 de Julio, com 140 metros entre ambas fachadas) e também uma das avenidas mais longas (a Avenida Rivadavia, com uma longitude total de 35 ...

Compartilhe!


Dúvidas?

Confira o nosso Fórum com perguntas e recomendações da comunidade Mi Buenos Aires Querido!