Mi Buenos Aires Querido

Curiosidades da Argentina

Superlativos
Curiosidades Argentina - Aconcágua

Aconcágua, a montanha mais alta do hemisfério ocidental

  • Buenos Aires possui uma das avenidas mais largas do mundo (a Avenida 9 de Julio, com 140 metros entre ambas fachadas) e também uma das avenidas mais longas (a Avenida Rivadavia, com uma longitude total de 35 quilômetros).
  • O Teatro Colón é o teatro lírico mais importante da América Latina e um dos cinco mais famosos do mundo por sua acústica.
  • O prédio mais alto de Buenos Aires (e da Argentina) é atualmente o Le Parc Figueroa Alcorta Torre Cavia, com 172,8 metros de altura. Futuramente, será o complexo residencial Alvear Tower, com 235 metros de altura, a ser inaugurado em 2018.
  • O ponto mais alto da América e dos hemisférios sul e ocidental é o Monte Aconcágua, situado na região andina da província de Mendoza. Com uma altitude máxima de 6.962 metros, é também a segunda montanha mais alta do mundo depois dos Himalaias.
  • O Rio da Prata (“Río de la Plata”), que banha a província de Buenos Aires e parte da costa oeste do Uruguai, é considerado o rio mais largo do mundo, chegando a medir 219 quilômetros entre ambas margens.
  • A cidade mais austral do mundo é Ushuaia (pronunciada como “Ussuáia”), capital da província argentina de Tierra del Fuego. Existe no Chile um povoado ainda mais austral chamado de Puerto Williams, mas não chega a constituir uma cidade propriamente dita já que possui menos de 3 mil habitantes.


Históricas
Curiosidades Argentina - Metrô Buenos Aires

O metrô de Buenos Aires foi o primeiro da América Latina

    • Buenos Aires foi fundada duas vezes e seu primeiro nome foi Ciudad de la Santísima Trinidad y Puerto de Nuestra Señora de los Buenos Aires.
    • Nos primeiros anos como colônia, Buenos Aires era um povoado pobre e marginal, sem metais preciosos e com escassa capacidade produtiva. Só pôde sobreviver graças ao contrabando de mercadorias através do porto.
    • O obelisco foi construído em 1936 em comemoração aos 400 anos de fundação da cidade. Diz-se também que aí foi içada a primeira bandeira argentina.
    • O metrô de Buenos Aires (chamado de “subte”) foi inaugurado em 1913, tendo sido o primeiro da América Latina e do hemisfério sul. Com toda certeza, um símbolo marcante da belle époque portenha.
    • A Argentina foi o primeiro país do mundo em ter uma mulher como presidente. Isso ocorreu após a morte de Juan Domingo Perón em julho de 1974, quando tomou posse sua terceira esposa e então vice-presidente María Estela Martínez de Perón, conhecida popularmente como Isabel ou Isabelita. Seu governo foi interrompido em março de 1976 por força de um golpe militar.
    • As Madres de la Plaza de Mayo marcham ao redor da pirâmide da Praça de Maio todas as quintas-feiras às 15h30, em um ritual que perdura desde 1977. Nasceu como uma forma desesperada de saber o paradeiro de seus filhos desaparecidos durante a última ditadura militar e continua até hoje como símbolo de memória e resistência.

Conheça uma breve história do país na página História da Argentina


Façanhas
Curiosidades Argentina - Polo

Argentina, meca mundial do pólo

    • Cinco Prêmios Nobel já foram entregues a argentinos: dois de Medicina (Bernardo Houssay em 1947 e César Milstein em 1984), um de Química (Luis Leloir em 1970) e dois da Paz (Carlos Saavedra Lamas em 1936 e Adolfo Pérez Esquivel em 1980).
    • Os únicos dois filmes latino-americanos premiados até hoje com um Oscar de melhor filme estrangeiro foram argentinos: A História Oficial (em 1986) e O Segredo dos Seus Olhos (em 2010).
    • Os argentinos afirmam terem inventado o ônibus, a caneta esferográfica e o sistema de impressão digital. Curiosamente, o doce de leite também costuma entrar na lista de inventos argentinos.
    • A técnica de marcapasso (ou bypass) cardíaco foi desenvolvida pelo reconhecido cirurgião argentino René Favaloro em 1967.
    • A Argentina detém o domínio absoluto no esporte pólo, já que possui os melhores jogadores e as melhores equipes do mundo, entre elas Ellerstina e La Dolfina. O Campeonato Argentino Abierto de Polo é a maior competição interclubes do mundo.
    • O automobilista argentino Juan Manuel Fangio foi o primeiro em ganhar cinco campeonatos mundiais de Fórmula 1, em 1951, 1953, 1954, 1955 e 1956. Seu recorde só foi superado em 2003 pelo alemão Michael Schumacher.
    • A seleção de futebol argentina ganhou duas copas do mundo da FIFA, Argentina 1978 e México 1986, tendo sido vice-campeã em três oportunidades: Uruguai 1930, Itália 1990 e Brasil 2014.  Por outro lado, a seleção de futebol olímpica foi medalha de ouro em Atenas 2004 e Pequim 2008.

População e costumes
Curiosidades Argentina - Passeador de cachorros

“Paseador de perros” em Buenos Aires

  • A Argentina foi um dos países que mais receberam imigrantes no final do século XIX e primeira metade do século XX, a grande maioria proveniente da Itália, da Espanha e da Alemanha. Nos começo dos anos 1920, mais da metade dos habitantes de Buenos Aires haviam nascido no exterior.
  • O país também abriga a sétima maior comunidade judaica do mundo, depois de Israel, Estados Unidos, França, Canadá, Inglaterra e Rússia. São mais de 200 mil judeus no país e existem mais de 50 sinagogas só em Buenos Aires.
  • A população afro-argentina é atualmente muito reduzida. A Guerra do Paraguai e a epidemia de febre amarela de 1871 foram as principais causas da dizimação da população negra no país.
  • Nem Freud explica… a Argentina é o país do mundo com maior densidade de psicólogos por habitante, com cerca de 150 psicólogos a cada 100 mil habitantes.
  • A carne argentina é a reconhecida por sua excelente qualidade e constitui a base da alimentação nesse país.
  • Os argentinos têm o costume de tomar “mate” (chimarrão), assim como os vizinhos uruguaios, paraguaios e brasileiros do sul.
  • Na Argentina também tem carnaval. O mais famoso é o da cidade de Gualeguaychú, perto da fronteira com o Uruguai, com direito a um “corsódromo”, carros alegóricos e passistas. Em diferentes bairros de Buenos Aires predominam apresentações de grupos populares de percussão e dança conhecidos como “murgas”.
  • Os casamentos na Argentina são grandes festas que normalmente só terminam com os primeiros raios de sol. Um ponto alto da celebração é o chamado “carnaval carioca”, no qual os convidados se adornam com “cotillón”, incluindo perucas, máscaras, colares e outros divertidos acessórios.
  • Em Buenos Aires e outras grandes cidades do país, ser passeador de cachorros é coisa séria, já que é preciso ter força para levar até 12 desses animais juntos. A já tradicional atividade é um típico “bico” urbano e também uma opção salvadora para donos sem tempo.

Conheça outras características dos argentinos na página População e costumes da Argentina


Influência do Brasil na Argentina
Curiosidades Argentina - Abaporu MALBA

Abaporu, de Tarsila do Amaral, parte da coleção permanente do museu MALBA

  • Existem mais de 130 empresas brasileiras instaladas na Argentina, principalmente nos setores de mineração, siderúrgico, alimentício, bancário, automotivo e têxtil. Destacam-se Banco Itaú, Camargo Correa (Loma Negra), Alpargatas (Topper, Mizuno), BRF – Brasil Foods (Paty, Bocatti, Vieníssima), Ambev (Quilmes, Brahma), entre outras.
  • O número de brasileiros morando na Argentina é estimado em cerca de 50 mil, concentrados principalmente na Grande Buenos Aires e na província fronteiriça de Misiones. Não chegam a constituir uma grande colônia (como acontece com outros povos latinos e orientais), e vêm principalmente por motivos conjugais, de estudo ou de trabalho.
  • Ao contrário do que se pensa no Brasil, os argentinos têm carinho pelos brasileiros, admiram a alegria do povo e a beleza do país. A nossa imagem está também relacionada, como não podia deixar de ser, com samba, mulheres, carnaval e futebol. E temos ainda a curiosa fama de dizer que tudo no Brasil é “o mais grande do mundo” (sic).
  • A cultura brasileira tem uma considerável influência na Argentina. Os principais nomes da MPB costumam se apresentar regularmente no país, diversos hits de axé e sertanejo universitário chegaram às festas argentinas, as novelas brasileiras fazem grande sucesso e o ensino do idioma português é bastante procurado como língua estrangeira. Além disso, no museu MALBA de Buenos Aires encontram-se obras de diversos artistas brasileiros, como o famoso quadro Abaporu de Tarsila do Amaral.
  • A Xuxa e suas músicas em espanhol foram ícone de uma geração de argentinos, quando de 1991 a 1993 ela apresentava diariamente “El Show de Xuxa” no canal Telefé, que também era transmitido a vários outros países da América Latina.
  • Anamá Ferreyra é uma mineira desconhecida no Brasil mas famosa na Argentina. O “exotismo” de sua pele morena lhe rendeu uma frutífera carreira como modelo e apresentadora de televisão.

Compartilhe!


Dúvidas?

Confira o nosso Fórum com perguntas e recomendações da comunidade Mi Buenos Aires Querido!